30 de março de 2011

A propósito deste post Mogambo e Donovan’s Reef são dois objectos tão semelhantes e tão distintos que até perturba. Mogambo, comédia romântica que vai buscar toda a energia, beleza, sensualidade a Ava Gardner e a Grace Kelly (por mais que as paisagens o reforcem são elas que triunfam) e Donovan’s Reef, também comédia romântica onde o racismo, o preconceito e a religião se passeiam. Em ambos, os cânticos, o sentido humanístico, o amor. Ford.

3 comentários:

João Gonçalves disse...

Boa, já os viste. Prefiro o "Mogambo" ao "Donovan's Reef", são filmes completamente diferentes. Mas la está, ambos com o dedo de Ford. Obras magnificas.

Álvaro Martins disse...

Sem dúvida João. O Mogambo é mais clássico, mais melodrama e menos comédia, ao contrário do Donovan's Reef, também gostei mais do Mogambo. Mas são ambos muito ligados à natureza, a uma certa utopia da vida em comunhão com a natureza (na selva no Mogambo e naquiela ilha paradisíaca no Donavan's), ambos muito humanisticos e acima de tudo ambos com um toque de crítica ao tal preconceito para com os nativos (os africanos em Mogambo e os mestiços em Donovan's).

Rato disse...

E se juntarmos o "Hatari", então o ramalhete fica completo.

O Rato Cinéfilo