31 de dezembro de 2009

Juno (2007)


















O que mais admiro em Juno é aquela inocência, aquela forma de lidar com o mundo, aquela sensibilidade que apresenta. E Ellen Page está brilhante.

4 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Compreendo-te. É um filme com uma simplicidade notável. Porque simplicidade também é (e tantas vezes) qualidade. Quanto Ellen Page, estamos irremediavelmente de acordo ;)

Bom ano de 2010!

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD - A Estrada do Cinema

Argonauta disse...

para o género de filme que é, surpreendeu-me mesmo muito, nunca pensei que um filme para teens pudesse vir com esta qualidade, o humor negro,a ellen page, a ost.

Fifeco (Filipe Ferraz Coutinho) disse...

Bela a sequência de imagens. E de facto o que dizes é verdade. A inocência é muito interessante. Tem aquele espírito indie "verdadeiro". Muitos filmes procuram passa-lo mas não evitam a falsidade que neles decorre.

Abraço

Álvaro Martins disse...

Bom ano de 2010 para todos.

Abraços