12 de abril de 2009

Nuovo Cinema Paradiso (1988)

Um filme de Giuseppe Tornatore









11 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Isto é cinema... puro!

Uma vez que nos encontremos com este filme, é uma paixão para a vida!

Cumps.

Roberto F. A. Simões
CINEROAD (http://cineroad.blogspot.com/)

Argonauta disse...

vi este filme a 1ª vez devia ter uns 12 ou 13 anos marcou-me imenso mesmo. simplicidade aciam de tudo, prova que não é preciso milhões e milhões para se fazer um excelente filme

Luís disse...

Um dos filmes mais amados e que mais ama o cinema. Essencial em qualquer cinéfilo. Ta na hora de rever

Álvaro Martins disse...

Roberto,

finalmente estamos de acordo. :)


Argonauta,

eu também devia ter mais ou menos essa idade quando o vi pela primeira vez. E podes crer que é um entre milhões de filmes que provam que não é preciso gastarem rios de dinheiro para fazerem uma obra-prima. E Tornatore é um realizador que sabe fazer um filme que nos toca. Este, o "Stanno Tutti Bene", "The Legend of 1900" e o "Malena" são filmes que comprovam isso.


Luis,

antes de mais Bem Vindo. Julgo que é a primeira vez que comentas aqui no Preto e Branco. Quanto ao filme, concordo e subscrevo "Essencial em qualquer cinéfilo."

Volta Sempre.


Abraços

Argonauta disse...

tenho um blog novo sobre cinema:
http://argocinema.blogspot.com/

Fifeco disse...

Agora tocaste na ferida. Este é um filme que ainda me transmite emoções só de ouvir falar dele. Cinema ao mais alto nível e uma das mais belas homenagens à sétima arte.

Abraço

Álvaro Martins disse...

Fifeco,

é um filme que suscita muitas paixões. Obra-prima de Tornatore e do cinema italiano. É natural que transmita emoções, pois não só a história do filme é tocante, como a música do Morricone é fabulosa.

Abraços

Anónimo disse...

Filme belíssimo! De trazer emoções à flor da pele! Não o vejo há séculos, mas o post trouxe de imediato sensações fabulosas... Thanks!

CAMP

Álvaro Martins disse...

You're welcome ;)

Gordo Maluco disse...

Simplesmente não tenho palavras...

;D

Álvaro Martins disse...

Pois Gordo, já sabia que não ías ter palavras para este post :) Também gosto muito deste filme.

Abraços