2 de setembro de 2010

Hatari! (1962)
















8 comentários:

João Palhares disse...

É brilhante, este filme. Metáfora para a produção de um filme, disse o Truffaut, e o Hawks mandou-o ir dar uma curva..

Álvaro Martins disse...

E fez ele muito bem. Também gosto muito deste filme, aliás de quase tudo o que a Hawks diz respeito. Lembrei-me deste por causa da tua recente "obsessão" no Duke :) E esta é uma das suas grandes interpretações.

João Palhares disse...

Eheh, viva o Duke!

Zé alberto disse...

Olá,
Aproveitando a boleia do João (pelo lado da "metáfora") apoio-me na tese do Bénard da Costa que falou na metáfora do Hawks para simbolizar a relação homem-mulher, pela perspectiva do caçador e da presa.
Do John Wayne, o César Monteiro destacou a bacia:), mas...aquela voz, e que voz!!

Álvaro Martins disse...

Sim, essa metáfora já concordo, até porque é evidente em quase todos os seus filmes.
John Wayne foi um grande actor e não percebo como é que há pessoas a desvalorizar o que foi e o que representa para o cinema norte-americano. Dizer que o Duke era um mau actor é tão absurdo como dizer que o Tom Cruise é um grande actor eheh. Enfim...

João Gonçalves disse...

O Tom Cruise esteve muito bem no Tropic Thunder :P

Álvaro Martins disse...

Nunca vi.

Álvaro Martins disse...

João, já fui pesquisar e já percebi ;)