3 de setembro de 2010

Ladri di Biciclette (1948)










Hoje lembrei-me de De Sica e daquele que é talvez o melhor filme neo-realista italiano. E a propósito, achei isto interessante.

5 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Um filme que me conquistou, desde logo, pelo seu profundo humanismo. Muito bom.

Cumps.
Roberto Simões
» CINEROAD - A Estrada do Cinema «

Flávio Gonçalves disse...

Gostei do texto (li o segundo) e concordo. É sem dúvida um dos meus filmes preferidos, permanecerá sempre naquele top pessoal dos maiores :)

Álvaro Martins disse...

Achei interessante pelo facto de serem textos sobre 4 filmes do De Sica e salientarem não só o humanismo como o sentimento de perda e de caos social que De Sica gostava de explorar.

João Palhares disse...

Eu, do realizador, prefiro o Umberto D. Do neo-realismo, escolho o La Terra Trema do Visconti, que me marcou profundamente..

Álvaro Martins disse...

Também gosto muito do Umberto D, mas este marcou-me mais porque o vi primeiro e ainda garoto. Mas são dois filmes muito similares e que se complementam muito bem.
O La Terra Trema é outro grande filme, aliás, Visconti e De Sica é que foram os pais e o expoente máximo do neo-realismo (não esquecendo Rossellini é claro).