14 de fevereiro de 2010

Crna Macka, Beli Macor - Gato Preto, Gato Branco (1998)















Cada vez que vejo isto fico mais ciente de que é um filme de génio. Livre, volátil, utópico. Crente, aliás, os filmes de Kusturica são todos optimistas, incluindo Underground. São esperançosos, crentes num futuro melhor, próprios da ferida da guerra.

7 comentários:

Roberto F. A. Simões disse...

Por acaso ando para rever este filme há muito tempo e ainda não tive oportunidade. Mas sim é muito muito bom! Para alem de Underground, que outros filmes recomendas do autor?

Cumps.
Roberto Simões
CINEROAD – A Estrada do Cinema

Álvaro Martins disse...

O Tempo dos Ciganos (primeiro filme dele), Do You Remember Dolly Bell, When Father Was Away On Business, Arizona Dream, Life Is a Miracle.

Pedro disse...

Ando a pensar revê-lo.

Neuroticon disse...

Disseste quase todos Álvaro :p
Mas de facto são todos muito bons!
Este filme já vi e revi muitas vezes e deixa-me sempre muito bem disposto...
O meu preferido é mesmo Underground, que chegou a ser o meu filme preferido de sempre durante uns 2 anos! :)

Álvaro Martins disse...

O Underground também é o meu preferido, mas é um filme mais negro, mais preocupado na denúncia política. E aquele final metafórico é brilhante, de génio.

Flávio Gonçalves disse...

Adoro as fotos. Tenho muito a ver deste realizador ;)

Abraço

Ritinha disse...

Um clássico dos demónios! Adorei-o. E adoro-o ainda mais de cada vez que o vejo.