17 de julho de 2010


2 comentários:

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

É uma obra-prima pouco (re)conhecida de Woody Allen. Um marco indiscutível na sua filomgrafia, em particular, e na da história do cinema em geral.

Álvaro Martins disse...

Exactamente Victor, é um dos seus filmes mais subvalorizados e um dos melhores.